Entrevista


Dextra: capacitação e certificação para profissionais Linux

Esta entrevista foi visualizada 26153 vezes.

Publicado em 02/02/2011 às 16:24

Versão para impressão Enviar por email



Eleita recentemente como uma das sete melhores empresas para se trabalhar em Campinas e região, pelo Great Place to Work, a Dextra Sistemas passou a emitir uma das certificações mais requisitadas do mercado de TI e a mais importante para os profissionais que buscam habilitação em Linux, o LPIC - Linux Professional Institute Certification. Com forte atuação em desenvolvimento de software , consultoria e capacitação, a empresa já treinou mais de 10 mil profissionais ao longo dos últimos cinco anos. Seus cursos preparatórios e exames LPIC estão sendo oferecidos tanto  em Campinas como em São Paulo.

Em entrevista concedida à Linux Magazine, Luis Dosso, diretor da Dextra Sistemas, comenta a importância estratégica da aliança com o  LPI - Linux Professional Institute, reconhecido mundialmente como principal organização a promover o uso profissional do Linux, Código Aberto e Software Livre.

Linux Magazine » O que representa essa parceira com o Linux Professional Institute (LPI)?
Luis Dosso » A Dextra Sistemas trabalha com Linux e software livre desde 1996 e essa parceria com o LPI reforça nossa oferta de cursos, atendendo uma gama maior do público que busca a certificação LPI.  Sob o ponto de vista dos negócios da Dextra, esperamos aumentar o número de clientes que buscam os nossos cursos e também alavancar novos negócios em desenvolvimento de software e consultoria. O Linux oferece hoje uma quantidade enorme de vantagens para empresas e usuários finais como escalabilidade, segurança, performance e variedade de aplicações.

LM » Quais os benefícios que a certificação em Linux representa hoje em um mercado de trabalho cada vez mais carente de especialização?
LD » A certificação LPI garante que o profissional tenha uma formação ampla e estruturada nos tópicos mais fundamentais do Linux. É uma etapa importante para o sucesso do profissional e para a qualidade de serviços que ele prestará ao mercado.

LM » Quais as vantagens de se ter um certificado Linux?
LD » Uma certificação LPI facilita muito a contratação de um profissional, seja como funcionário ou como consultor. Além disto, a certificação orienta a aprendizagem mais abrangente mesmo de quem já conhece o Linux.

LM » Segundo o site Certcities.com, a certificação LPI está entre as dez mais procuradas do mundo por profissionais de TI.  Por que há tanta procura?
LD » Isto é reflexo da importância do Linux no mercado de TI e do trabalho sério desenvolvido pelo LPI.

LM » Quais os tipos de cursos sobre Linux a Dextra está oferecendo?
LD » Entre os cursos oferecidos estão o Preparatório para Certificação LPIC – 1 com duração de 40 horas, Preparatório para Certificação LPIC – 2 com duração de 60 horas e o Exame de Certificação, que dura 90 minutos. Além dos cursos de formação Linux LPI, temos um catálogo bastante grande que inclui Java, PHP, PostgreSQL, Ruby on Rails, Jboss, Subversion, Scrum e várias outras tecnologias.

LM » Por que a Dextra optou por oferecer os cursos e certificações tanto em Campinas quanto em São Paulo?
LD » Achamos um movimento natural, pois a Dextra atua fortemente nestas duas cidades e era uma demanda de nossos clientes a oferta de certificação LPI.

LM » Estudo da SOFTEX projeta um déficit de mão de obra de 140 mil profissionais com vínculo empregatício em funções envolvendo software e serviços de TI até 2013. Esforços para certificar mais profissionais ajudam a resolver esse impasse?
LD » A certificação faz a sua parte, pois ajuda a melhorar o nível de excelência dos profissionais existentes.  Além disto, existe uma questão estrutural que é diretamente ligada à qualidade do ensino básico e a formação técnica e superior em tecnologia. Esta questão fica fora de nosso alcance como empresa.

LM » Em sua opinião, como o profissional de TI hoje deve se preparar hoje para ter uma carreira bem sucedida?
LD » A receita passa por ter uma boa formação acadêmica, boas habilidades interpessoais e gostar do que se faz, pois o nível de exigência é alto. Além disso,  estar sempre atualizado e ter uma boa rede de contatos.

LM » O que o profissional deve observar ao buscar uma empresa para se trabalhar?
LD » Acredito que se deve priorizar um ambiente aberto, com oportunidades de crescimento, projetos inovadores e qualidade de vida. Se a empresa oferecer isto, as demais conquistas virão.

LM » A Dextra foi premiada recentemente pelo Great Place to Work (GPTW) ficando  entre a sete melhores empresas para se trabalhar da região de Campinas.  Também está entre as melhores de TI e Telecom pelo GPTW. O que um profissional de TI pode esperar do ambiente de trabalho na Dextra?
LD » Ele pode esperar um ambiente dinâmico, colegas de trabalho de alto nível profissional, meritocracia e cuidado com as pessoas.

Agradecimentos: Assessoria de imprensa da Dextra Sistemas


Comentários

lançamento!

LM 119 | Backup e Restauração




Impressa esgotada
Comprar Digital  R$ 10,90 Digital

  1. Baixe o curso de shell script do Julio Cezar Neves

    Publicado em 07/04/2008 às 19:41 | 433275 leituras

  1. Soluti Certificação Digital em busca de especialista Linux

    Publicado em 19/04/2017 às 17:18 | 308045 leituras

  1. Seminário sobre gestão de privilégios do Linux dá direito a certificado CPE

    Publicado em 23/05/2017 às 10:35 | 223297 leituras

  1. Resultado do concurso "Por que eu mereço ganhar um netbook?"

    Publicado em 30/09/2009 às 3:00 | 184914 leituras

  1. Software público brasileiro na Linux Magazine Especial

    Publicado em 29/07/2011 às 15:07 | 163275 leituras

  1. A Red Hat está em busca de instrutores RHEL e JBoss

    Publicado em 04/04/2013 às 15:38 | 11734 leituras

  1. AT&T flerta com Android

    Publicado em 04/04/2008 às 10:41 | 10416 leituras

  1. Versão 1.6.4 do VirtualBox é lançada com arquivos faltando

    Publicado em 08/08/2008 às 12:46 | 7439 leituras

  1. Nova versão do Hibernate Core

    Publicado em 20/12/2011 às 18:17 | 9560 leituras

  1. Já está disponível o Python 3.3.0 beta

    Publicado em 29/06/2012 às 13:54 | 9716 leituras

whitepapers

mais whitepapers