Blog do Maddog


Reflexões de um Cachorro Louco

O ano do centenário de um grande homem: Alan Turing

Publicado em 16/10/2012 às 15:00 | 31563 leituras


Versão para impressão Enviar por email

    

Eu tinha quatro anos quando Alan Turing morreu. Com esta idade, sequer imaginava que um dia estaria envolvido com computadores; aliás, nem sabia o que era um computador. Foi só quando entrei na universidade em 1968 e comecei a estudar o que então era chamado de “magia negra para computador” que ouvi sobre o homem que concebeu a Teoria da Máquina de Turing e, mais tarde, o teste clássico de inteligência artificial, o “Teste de Turing”.

Quando trabalhava na Digital Equipment Corporation, tínhamos salas de conferências batizadas com nomes de grandes cientistas da computação e, claro, a “Sala Turing” era uma delas. Este ano vou completar 62. Eu vivi 20 anos mais que Alan Turing e, apesar de muitas coisas sobre as quais sinto orgulho de ter feito, sei que não chego próximo de minutos do que ele fez em vida, ou do que ele poderia ter realizado se tivesse vivido mais tempo.

Um monte de gente gosta de falar sobre propriedade intelectual. Houvesse de fato a propriedade intelectual, eu poderia então possuir um pátio em meu nome e Alan Turing possuiria todas as ilhas do Havaí. Se Alan Turing tivesse patenteado sua obra, hoje seria tão rico quanto Midas.

Às vezes é difícil olhar para trás e dizer: “puxa, isso é óbvio”, ou “qual é o grande negócio”, mas quando olhamos para o futuro, a descoberta de algo verdadeiramente novo é muitas vezes difícil. Turing foi antes de tudo um matemático (nunca meu ponto forte), um lógico (algo mais a ver comigo), um criptoanalista e cientista da computação. Mesmo em seus primeiros anos de experiência, ele saberia resolver problemas muito complexos sem ter sido exposto à matemática de ordem superior que tornaria os problemas muito mais fáceis de resolver.

Em 1931, quando ainda era estudante do primeiro ano no King's College, em Londres, Alan Turing reformulou os resultados de Kurt Gödel sobre limite de comprovação e criou o conceito das máquinas de Turing, que resultou na elaboração de uma definição matemática para um computador e um programa. Isto permitiu-lhe provar se seria possível construir um computador cujo algoritmo geral seria capaz de chegar ao fim de um determinado programa ou continuaria a executá-lo indefinidamente. Outro dado que o limite de comprovação de Turing mostrou foi que qualquer “Máquina Universal de Turing” seria capaz de resolver qualquer problema que outra “Máquina Universal” pudesse resolver, dado tempo e memória suficiente para tal..... uma prova que usei e citei muitas vezes aos meus alunos, mas, apenas para compor uma reflexão....vamos apenas dizer que o trabalho foi bastante pesado para um estudante universitário de primeiro ano.

Em 1946, Turing passou a escrever um papel destinado a projetar o primeiro programa armazenado para computador. Antes disso, os computadores continham programas em fitas perfuradas, ou leitores de cartões, ou ainda controlados por fios e plug-boards (algo como “placas inserível”, na tradução livre) - eu programei um computador que usava um plug-board. Prefiro nem pensar a respeito. Mais uma vez, o conceito de que o 0 e o 1 inseridos em uma máquina se tornariam “dados” (já que foram armazenados) e, a uma fração de segundo depois, se transformariam em um “programa” que seria executado pelo computador é “simples” para mim e para você, mas escapou de muitas pessoas por um longo tempo. Embora o próprio Turing nunca tenha realmente construído o computador, devido a atrasos, um modelo foi construído a partir de seu projeto e funcionou por muitos anos.

Anos mais tarde, ele formulou o “Teste de Turing” para a inteligência artificial, que basicamente afirmava que quando não fosse possível afirmar a partir da resposta de um programa se nos comunicávamos com um computador ou com um ser humano, então o computador era artificialmente inteligente. Embora tenham sido criadas muitas simulações de “conversas inteligentes”, eventualmente as “conversas” se quebravam e as pessoas percebiam então que, na verdade, se comunicavam com uma máquina.

Tão grande como estas (e outras) contribuições para a ciência da computação, contudo, o maior legado de Turing para o mundo foi seu trabalho em Bletchley Park, de quebrar o Enigma Code que o exército alemão então utilizava na Segunda Guerra Mundial. Sem a ajuda de Turing, a Segunda Guerra Mundial poderia ter tido um final completamente diferente.

Quando estava na universidade o trabalho que Alan Turing havia feito em Bletchley Park ainda estava sendo classificado, já que não havia uma única pessoa - entre as mais de 12 mil que trabalharam por lá - que pudesse falar sobre a descriptografia das transmissões codificadas dos alemães até o início da década de 1970. Elas também não falavam sobre os mecanismos computacionais criados por Turing, incluindo o Colossus, a primeira máquina eletrônica programável do mundo. Deve ter sido muito doloroso para as pessoas ver destruídas as máquinas nas quais haviam trabalhado duro por tanto tempo, logo após a guerra, pelas ordens de Winston Churchill.

Acredito que também deva ter sido muito doloroso para Turing não ser capaz de usar esta obra em defesa de acusações potenciais de espionagem, e ter seu certificado de segurança apreendido enquanto continuava seus estudos sobre criptografia. O que aconteceu com a vida de Turing em 1952 que o perturbou tanto? Alan Turing foi preso por ter tido uma relação sexual com outro homem, algo à época ilegal no Reino Unido. Seu certificado de segurança foi removido, e ele foi submetido a um tratamento com hormônios para “controlar” sua homossexualidade.

Alan morreu em 1954, aos 42 anos de idade. Alguns dizem que sua morte foi um acidente causado por manuseio negligente de produtos químicos; outros, que o cianeto foi introduzido em uma maçã que estava comendo, aparentemente um suicídio decorrente de uma depressão.

Ao longo dos anos, as leis sobre a homossexualidade têm sido revogadas no Reino Unido, como acontece em outros países civilizados, e Turing recebeu diversas homenagens postumamente. Devido a uma petição circulada em 2009, o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, pediu desculpas públicas pela forma terrível como Alan Turing foi tratado pelo governo inglês.

Este ano, no 100º aniversário de seu nascimento, haverá uma celebração mundial de suas realizações e até mesmo um selo postal real (“Royal Mail”) foi criado em sua homenagem, e lançado em dia 23 de fevereiro de 2012. Houve também uma petição para um perdão formal oferecido a Alan Turing; por enquanto a Grã-Bretanha apenas pediu desculpas a ele pela forma como foi tratado, portanto sua condenação sob os termos da lei ainda permanece. Estimulei pessoas no mundo inteiro a assinar a petição, mesmo quem não fosse da Inglaterra. E como viajo para vários eventos em todos os continentes, este ano lembrarei as pessoas sobre o grande homem que ele foi e o legado que deixou para a posteridade.

Carpe Diem!

Comentários

Outros Posts

Ambientes de nuvem privada virtual

Publicado em 06/10/2017 às 13:23 – Comentar primeiro

O Subutai é uma solução de nuvem de código aberto, ponto a ponto (P2P), segura e estável, que cria ambientes de nuvem privada virtual (VPC) para usuários finais usando um modelo de nuvem de contêineres como serviço (CaaS). O usuário final pode instalar qualquer tipo de serviço, aplicativo ou software de infraestrutura que desejar nas máquinas em execução nessa nuvem.
Leia mais...

Software Livre e de Código Aberto: uma questão de economia, não de política

Publicado em 12/11/2016 às 12:36 – Comentar primeiro

Os argumentos apresentados neste artigo são todos aspectos econômicos, e não aspectos políticos. Decisões baseadas em política (e não em economia) devem ser lembradas pelos eleitores nas próximas eleições.
Leia mais...

Rapidinhas do maddog

Publicado em 24/03/2014 às 15:55 – Comentar primeiro

Se você é um estudante de ciência ou engenharia da computação e está procurando uma maneira de fazer dinheiro extra e obter uma grande experiência de trabalho, leia este post até o fim!
Leia mais...

Olá, presidenta Rousseff... eu avisei!

Publicado em 22/10/2013 às 12:18 – Comentar primeiro

Em sua mais recente postagem, maddog conta um pouco sobre o Projeto Cauã e como evitar que problemas como os ocorridos com a espionagem da NSA voltem a ocorrer.
Leia mais...

FISL e DrupalCamp Porto Alegre

Publicado em 10/06/2013 às 12:23 – Comentar primeiro

maddog dá a dica: inscreva-se para na caravana DrupalCamp e vá ao FISL em Porto Alegre com 50% de desconto.
Leia mais...

O ano do centenário de um grande homem: Alan Turing

Publicado em 16/10/2012 às 15:00 – Comentar primeiro

Grã-Bretanha busca corrigir um dos maiores equívocos de sua história, ao ter tratado o cientista como um inimigo de Estado após Segunda Guerra Mundial.


Leia mais...

Mea culpa

Publicado em 18/09/2012 às 15:07 – Comentar primeiro

Como a Apple poderia lidar com seus problemas de forma mais diplomática. 


Leia mais...

Jon 'maddog' Hall se declara homossexual

Publicado em 26/06/2012 às 17:31 – Comentar primeiro

Diretor da Linux Internacional revela as razões de ter "saído do armário" em um post comovente em seu blog pessoal.


Leia mais...

Recessão? Que recessão?

Publicado em 05/06/2012 às 13:34 – Comentar primeiro

Maddog conta a história de sucesso de um desenvolvedor brasileiro que entendeu como usar serviços de software livre.


Leia mais...

O conto das mensagens

Publicado em 04/05/2012 às 13:03 – Comentar primeiro

Maddog avalia os efeitos de mentes fechadas sobre até mesmo o mais simples do softwares.


Leia mais...

As necessidades de muitos

Publicado em 14/12/2011 às 9:30 – Comentar primeiro

Maddog fala sobre o tempo em que desenvolveu uma atualização para o sistema Ultrix, como aprendeu sobre escolhas e o benefício da opinião da maioria.


Leia mais...

Frustrações noturnas

Publicado em 27/10/2011 às 12:32 – Comentar primeiro

Maddog fala sobre algumas frustrações com a tecnologia e como isso pode afetar o seu uso pelos usuários finais


Leia mais...

Cerveja em troca de código

Publicado em 11/07/2011 às 11:55 – 1 comentário(s)

Maddog conta uma história sobre desenvolvedores e a recompensa pelos seus esforços no mundo do software livre.


Leia mais...

Gandhi teria sido um defensor do Software Livre?

Publicado em 05/05/2011 às 11:47 – Comentar primeiro

Maddog traça paralelos com os atos de desobediência civil incentivados por Gandhi com os benefícios do Software Livre.


Leia mais...

Offtopic: Mom&Pop(TM)

Publicado em 15/03/2011 às 10:38 – Comentar primeiro

Maddog conta um pouco sobre sua história familiar e fala sobre o falecimento de sua mãe, Marian Rhoda (Burns) Hall.


Leia mais...

Posts anteriores

lançamento!

LM 119 | Backup e Restauração




Impressa esgotada
Comprar Digital  R$ 10,90 Digital

  1. Soluti Certificação Digital em busca de especialista Linux

    Publicado em 19/04/2017 às 17:18 | 567305 leituras

  1. Seminário sobre gestão de privilégios do Linux dá direito a certificado CPE

    Publicado em 23/05/2017 às 10:35 | 485086 leituras

  1. Baixe o curso de shell script do Julio Cezar Neves

    Publicado em 07/04/2008 às 19:41 | 448385 leituras

  1. 4Linux abre vagas para Líder Técnico em São Paulo e Brasília

    Publicado em 25/07/2017 às 14:12 | 327929 leituras

  1. Novo evento "Universidade Livre" será realizado em Belém/PA em 06/05/2017

    Publicado em 28/04/2017 às 11:19 | 282173 leituras

  1. Oracle 11g certificado para Oracle Linux e Red Hat

    Publicado em 27/03/2012 às 12:27 | 11369 leituras

  1. Lançada a edição 68 da Revista Linux Magazine

    Publicado em 08/07/2010 às 11:20 | 9953 leituras

  1. Justiça bloqueia bens da Cisco do Brasil, diz jornal

    Publicado em 13/10/2010 às 12:15 | 8234 leituras

  1. Beta do Firefox 4.7 mostra grande desempenho

    Publicado em 18/11/2010 às 10:08 | 10277 leituras

  1. Atualizando o kernel do Ubuntu para uma nova versão – 3.9.5 e 3.9.6

    Publicado em 18/06/2013 às 11:25 | 9993 leituras

whitepapers

mais whitepapers